Face do Vazio

Por termos medo de sentir o que está no mais profundo de nós, nos amortecemos. Essa fuga, vira um ciclo vicioso que só é capaz de ser rompido quando há disponibilidade para adentrar nos cantos mais obscuros da psique, onde encontramos os medos e inseguranças que tanto nos afligem. Um aspecto extremamente desafiador, onde reconhecemos as nossas próprias fragilidades. Como efeito, ocorre uma desubstanciação dos valores antes acreditados, um esvaziamento total de si, uma pequena morte. Uma desconstrução que dará espaço para estabelecer uma nova reconexão interior.